domingo, 10 de julho de 2016

A Importância dos Cabelos na História da Humanidade




A Importância dos Cabelos na História da Humanidade

Desde os primórdios os cabelos permeavam o cotidiano do ser humano, com diferentes penteados, significados e importância.

Quem ainda não viu aquela célebre imagem, seja em desenhos na TV ou em gibis, do “homem das cavernas” conquistando a sua “amada” à força, ou seja, puxando a mesma pelos cabelos?

Mesmo sendo visivelmente maltratado, o cabelo já possuía a sua devida importância no que se refere à conquista do parceiro ou da parceira ideal.

Os cabelos sempre foram considerados como excelentes adornos nos rostos e historicamente sendo considerados como símbolo de força para o homem e de sedução para as mulheres.

Vagando pela história temos Afrodite (Deusa da mitologia grega) que cobria toda a sua nudez com seus longos cabelos loiros e Sansão (herói bíblico) que possuía uma força incomparável graças aos seus cabelos.
 

Na Grécia Antiga muitas pessoas ofertavam seus cabelos aos deuses em troca de promessas, como na passagem em que Berenice cortou seus cabelos doando os mesmos à Afrodite, em troca da vida de seu amado Ptolomeu, que estava guerreando. Os cabelos integraram os ideais de beleza e da perfeição corporal daquela época.

Da mesma forma que os cabelos sempre fizeram parte da história do homem, os salões de cabeleireiro também não ficaram para trás.
 

Seus primeiros registros figuram no século II antes de Cristo, também na Grécia Antiga, através de achados arqueológicos, estátuas gregas, pinturas expostas e coleções privadas. Nesses salões os cabelos eram perfumados com óleos raros e tingidos em tom de louro, que era considerada a cor da moda.

Na Grécia Antiga os penteados baseavam-se nos cabelos louros, frisados, com caracóis estreitos e discretos com franjas em espiral, que com o tempo foram esquecidas por influência de um Oriente próximo. Esta imagem é observável nas principais divindades da mitologia grega, que assumiam um ideal de beleza e perfeição corporal.
Vênus era a deusa do amor, que tinha longos cabelos que exalavam um odor divino de Ambrósia.
 



 Diana era a deusa da caça e confiava os seus belos cabelos louros aos cuidados das ninfas. Marte, o deus da guerra, por sua vez, apresentava também cabelos louros, no entanto curtos e quanto a Zeus e Apolo, além dos mesmos cabelos, possuíam barbas.

Os adolescentes copiavam os penteados de Apolo e Arquimedes enquanto que os velhos e filósofos usavam cabelos longos e barbas densas, como símbolo de sabedoria. As barbas e bigodes eram cortados com ponta de lança, à imagem de uma sociedade de gladiadores. Os escravos, que não se distinguiam dos homens livres, apresentavam cabelos curtos e lisos, não se permitindo barbas nem bigodes.
 

Já no Egito antigo os faraós tinham nas perucas formas de distinção social, enquanto que para os muçulmanos manter uma pequena mecha no alto da cabeça era o ponto para que Maomé os conduzisse ao paraíso.
 

Na mitologia hindu os cabelos de Shiva mostram as direções do espaço e sua perda como símbolo de desapego.
 

Por outro lado, a calvície, que ainda hoje se constitui em um dos maiores medos estéticos que assola o homem, já tinha sido estudada muito antes que se imagina. Foi Hipócrates, também um calvo célebre, quem estudou pioneiramente a alopecia (calvície) relacionando-a a outras características físicas.

Na Idade Média, momento da história onde a beleza e a ostentação ganharam força máxima, os cabelos também demonstravam nobreza e riqueza. Na França, o Rei Sol Luiz XIV usava diariamente uma peruca para cobrir sua cabeça e os vassalos, ou seja, os pobres jamais usavam esse adorno, sempre com os cabelos à mostra e sem cuidados.

Os séculos foram passando, mas a preocupação com os cabelos sempre estivera ao lado do homem e ainda hoje um belo cabelo significa força, situação social e poder.



Fonte: PORTAL











Fecundação Os primeiros registro da matriz de todos os sentimentos de rejeição ou amor é vivido pelo ser humano, tem sua primeira experiência na FECUNDAÇÃO Por isso é necessário que a gestação seja regada de sentimentos de amor e acolhimento. Esse registro será determinante para que a pessoa apresente em sua vida características e comportamentos para toda sua vida.
Postar um comentário