domingo, 8 de setembro de 2013

Quem está desenvolvendo a educação dos seus filhos?


Quem está desenvolvendo a educação dos seus filhos?

É o grito!
O lobo mau!
O bicho papão!
É o velho do saco!
É...

E a educação das ameaças!
Cuidado! Deus está vendo!
Cuidado Deus, Ele pesa a mão!

Não eduque ATERRORIZANDO SEUS FILHOS!
Ou então, quando você quer falar uma palavra torpe, diz: “Essa criança é uma benção”. Nesse momento você está falando um palavrão em nome da benção!
Seus filhos não são ignorantes, eles compreendem muito bem essa tal BENÇÃO. Cuidado! É um erro GRAVÍSSIMO.

EDUCAR e ENSINAR São MAIS QUE UM ATO DE AMOR É DOM DE DEUS.
Precisamos compreender que é um ato de:
  • AMOR
  • ACOLHEDOR
  • AFETO
  • EMPATIA
  • RESPONSABILIDADE
  • CONSCIÊNCIA
  • MATURIDADE
  • SER,
  • FAZER
  • CONHECER
  • CONVIVER,
  • NECESSIDADE
  • DESEJO.


Não podemos transferir nossa educação para o BICHO PAPÃO, BRUXA, HOMEM DO SACO ...

Se assim fazemos “DEPOSITAMOS” na mente aprendente das nossas crianças o MEDO, TEMOR, INSEGURANÇAS, INCERTEZAS, ANSIEDADES, PANICOS, STRESSES, DEPRESSÃO...

Além da falta de respeito que seu filho ou filha perde por você. 

É nossa responsabilidade educar para o futuro. Essas crianças cresceram e se tornaram adolescentes, jovens, adultos em constantes conflitos e inseguros.
Quando educamos para o medo passamos nossa autoridade para os MEDOS e não obedecemos mais as autoridades. Pense nisso amigos!

Quem EDUCA, EDUCA PARA O OUTRO.

Educa para frequentar a sociedade, a escola, o teatro, a família, cinema, faculdade etc. Hoje percebemos a insegurança dessas pessoas que CAMINHAM e não chegam a algum lugar.
A SÍNDROME DO PÂNICO, DEPRESSÃO e outras psicopatologias estão “habitando no cérebro e corpo” dos nossos filhos e amigos que foram educados para o medo.
Lembre-se a MÃO QUE BALANÇA O BERÇO EDUCA PARA A ETERNIDADE.
A Bíblia comenta: Provérbios 22:6: “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele”.

Para todos os educadores

Somente aprendemos e delegamos essa autoridade para quem deseja ensinar. É dom de Deus ensinar. Ensinar é renunciar.

Nossos filhos sabem tudo e compreende o ato de educar. Quando ensinamos a MENTE incorretamente todo CORPO SOFRE, inclusive o seu!

Como você está ensinando!


Bicho-papão

O bicho-papão ou papão é um ser imaginário da mitologia infantil portuguesa e brasileira, e que também surge no resto da península Ibérica, como na Galiza, na Catalunha e nasAstúrias.1
O bicho-papão é a personificação do medo, um ser mutante que pode assumir qualquer forma de bicho, um ser ou animal frequentemente de aspecto monstruoso comedor de crianças, um papa-meninos. Está sempre à espreita e é atraído por crianças desobedientes.
O bicho-papão, tal como outros seres míticos como o homem do saco, sarronco ou a coca, é usado pelos pais para assustar e impedir que as crianças desobedeçam. Todas as suas representações estão associadas ao mal que pode ocorrer às crianças caso se afastem ou contrariem os pais; a expressão "porta-te bem senão vem o bicho-papão" induzia assim o respeito das crianças sobre a eventual negligência deliberada, caso o monstro realmente viesse. Sentindo-se sozinhas e desamparadas, as crianças tendem a obedecer.
Na Galiza, é um ser gigantesco mas pode também ser um trasgo ou duende. Mas, qualquer que seja a sua representação, o seu nome, que deriva do termo de conotação infantil "papar", revela a sua principal função: devorar crianças.
C. Cabral refere que na Espanha o papão tem um tamanho gigantesco, boca enorme, olhos de fogo e estômago de forno ardente.
Em Portugal, o papão é tema de uma antiga cantiga de embalar:
"Vai-te papão, vai-te embora
de cima desse telhado,
deixa dormir o menino
um soninho descansado."





Fecundação Os primeiros registro da matriz de todos os sentimentos de rejeição ou amor é vivido pelo ser humano, tem sua primeira experiência na FECUNDAÇÃO Por isso é necessário que a gestação seja regada de sentimentos de amor e acolhimento. Esse registro será determinante para que a pessoa apresente em sua vida características e comportamentos para toda sua vida.
Postar um comentário