sexta-feira, 18 de junho de 2010

Orientação Profissional Clinica e Institucional

Esse curso pode ser ministrado no seu espaço físico

Curso
Título: Orientação Profissional Clinica e Institucional

Público Alvo: Pedagogia / Psicologia/Educador Físico/Fonoaudiólogo/Administração ou alunos de cursos afins

Carga horária: ou a combinar
Carga horária Total (h/a): 120 horas
Capacidade Mínima: 5 - Capacidades - Máxima: 40

Horário: A combinar

Investimento a combinar


Objetivo: Capacitar os alunos e os profissionais sobre a importância do conhecimento profissional e vocacional – Terapia como fundamento teórico para a Orientação Profissional.

Ementa:
Estudos das etapas a serem cumpridas quando do processo seletivo em uma organização, enfatizando procedimentos de construção e avaliação dos instrumentos empregados. Análise, sob os diferentes aspectos, da orientação profissional, principalmente dos estudos referentes à informação profissional e seu desenvolvimento atual. Avaliação da situação dos processos de seleção e orientação profissional e das perspectivas de estudos e pesquisas visando ao desenvolvimento futuro de técnicas correlacionadas a essas atividades. O trabalho será desenvolvido em critério vivencial. Experenciando que se aprende.

Conteúdo programático:

UNIDADE 1 – INTRODUÇÃO
1.1 Explanações orais sobre o curso

1.2 Apresentações: Professora e Grupo

1.3 Leitura e discussão do Texto: Muitas Luas


UNIDADE 2

2.1 Continuações da apresentação dos trabalhos

2.2 Considerações finais sobre a técnica (identidade profissional)

2.3 Explanações, Leitura e discussão do texto sobre:

- Histórico da Orientação Profissional

- Principais Linhas Teóricas

- A Abordagem como modelo teórico para a problemática da escolha profissional

2.4 Apresentações da referencia bibliográfica e textos complementares

2.5 Dinâmicas vivenciais


UNIDADE 3

3.1 Continuações da apresentação dos trabalhos

3.2 Considerações finais sobre a técnica (identidade profissional)

3.3 Explanações orais sobre

-Histórico da Orientação Profissional

-Principais linhas teóricas

-A Abordagem como modelo teórico para a problemática da escolha profissional


UNIDADE 4

4.1 Enquadre do processo

4.2 Etapas da Orientação Profissional

4.3 Modelos de entrevistas

4.4 Introduções às técnicas

4.5 Aplicações da técnica: auto conceitos vocacionais


UNIDADE 5

5.1 Enquadre do processo

5.2 Etapas da Orientação profissional

5.3 Modelos de entrevistas

5.4 Introduções às técnicas

5.5 Técnicas de apresentação

5.6 Leituras dos artigos apresentado em sala


UNIDADE 6

6.1 Técnicas de Relacionamento Grupal

6.2 Aplicações das Técnicas:

-Exercício: Situações de Grupo: “Quem sou eu?”

-Técnica dos bombons


6.3 Técnicas de Autoconhecimento

6.4 Aplicações das técnicas:

- Exercício das frases incompletas

- Janela de Johari

6.5 Dever de casa

- ARGEVOC

- Continuação da Janela de Johari


UNIDADE 7

7.1 Aplicações do “ARGEVOC”

7.2 Análises da continuação da Janela de Johari

7.3 Aplicações da técnica Auto Avaliação de habilidades

7.4 Apostilas: Leitura e explicação da técnica complementar a Auto Avaliação de Habilidades (Ferramentas e quadro)

7.5 Aplicações do TDC (Técnica de Tomada de Decisão de Carreira)


UNIDADE 8

8.1 Aplicações das vivencias


UNIDADE 9

9.1 Net Working // 1,2 e 3 passos do Plano de Carreira

Ancoras de Carreiras


UNIDADE 10

10.1 Auto-avaliação de habilidades + comentários das técnicas

10.2 Analise do Networking

10.2 Aplicações da técnica Humores no Vestibulando

UNIDADE 11

11.1 Términos da leitura da apostila

11.2 Aplicações da Técnica

11.3 Aplicações do questionário de avaliação


Referência bibliográfica: (Colocar a bibliografia de forma completa com base nas normas da ABNT – Ver exemplo abaixo) Colocar a bibliografia em ordem.

Afonso, L.(2000). Oficinas em dinâmicas de grupo: Um método de intervenção psicossocial. Belo Horizonte: Edições do Campo Social.

Ferreti, C.J.(1988). Trajetória ocupacional de trabalhadores de classes subalternas. Cadernos de Pesquisa 66,25-40.

Aguiar, F.Muller, H. Filho, J.M.: Fontes, L.: Vaz, S (1978). Orientação clínico-vocacional. Arquivos Brasileiros de Psicologia Aplicada, 30, 157-161.

Lourenço Filho, M.B. (1963). Problemas de Orientação Profissional. Arquivos Brasileiros de Psicotécnica, 15, 9-23.

Melo-Silva, L. L. & Jacquemin, A. (2000). Contribuição para interpretação do BBT de Martin Achtnich: A história das cinco fotos preferidas. Psic, 1(3), 72-79.

Moura, C. B. & Silveira, J. M. (2002). Orientação profissional sob o enfoque da análise do comportamento: Avaliação de uma experiência. Estudos de Psicologia, 19(1), 5-14.

Neiva, K. M. C. (2000). EMEP: Escala de Maturidade para Escolha Profissional. Psic, 1(3), 28-33.

Noronha, A. P. P. & Ambiel, R. A. M. (2006). Orientação profissional e vocacional: Análise da produção científica. Psico-USF, 11(1), 75-84.

Okino, E. T. K., Noce, M. A., Assoni, R. F., Corlatti, C. T. & Jacquemin, A. (2003). A adaptação do BBT - Teste de Fotos e Profissões

Apostila. IGT CRPJ 05/0347 – Responsável técnico Marcelo Pinheiro da Silva CRP 05/16.499 e Magda Baetta 05/18787. Conteúdo adaptado pela psicóloga Magda Baetta. Retirado da apostila do curso de orientação vocacional – ocupacional coordenada pela psicóloga Ingrid Robson Canedo - CRP 05/10904 – Artigos publicados na Revista ABOP V.1 N1 1977 e de slides confeccionados pela psicóloga Teresinha Mello da Silveira.
Postar um comentário